O papel da escola na formação do caráter do estudante



Recentemente li uma matéria interessante na Revista Época e gostaria de compartilhar e registrar aqui um de seus tópicos. O título da reportagem afirma que caráter se aprende na escola. Parte dessa matéria encontra-se online no site da revista e observando a área de comentários, é fácil perceber que muita gente se indignou com essa afirmação. Afinal, formação de caráter não é papel da família? Penso que, sim, a escola pode ter um papel positivo ao moldar o caráter de um estudante. Acho que, no fundo, foi isso que a equipe de jornalistas quis dizer.

Mas o que há de interessante nisso tudo? O Instituto Ayrton Senna (IAS), parceira da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), montou uma lista com traços de personalidade importantes tanto quanto para a inteligência, quanto para se dar bem na escola e na vida. Não há uma lista definitiva desses fatores, mas eles podem ser agrupados assim:

Perseverança
Capacidade de perseguir uma meta e ser disciplinado.

Autocontrole
Não ceder a impulsos, como ligar a TV na hora de estudar.

Extroversão
Não ficar apenas no campo das ideias e conseguir, de fato, realizar o que planeja.

Protagonismo
Capacidade de, com esforço, mudar o que está ruim.

Curiosidade
Estar aberto a erros, sem medo de assumir riscos.

Cooperação
Habilidade de trabalhar em equipe.


"Todo mundo sabe que fazer contas e interpretar textos é importante", afirma Koji Miyamoto, diretor do Centro de Inovação em Educação do OCDE. "Mas, sem essas características, não há como garantir que os alunos de hoje terão sucesso no futuro."

Vestibulares e avaliações de sistemas de ensino, no Brasil e no mundo, medem a capacidade intelectual do aluno. Suas notas são usadas como critério quase exclusivo para definir quem é bom. Isso fortaleceu a ideia de que um aluno bem preparado para a faculdade e para a carreira é aquele que acumulou conhecimento. Mas cresce uma sensação incômoda entre educadores e nos responsáveis pela contratação de jovens recém-formados: falta alguma coisa, mesmo naqueles alunos preparados intelectualmente.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MAPAS MENTAIS SÃO TODOS IGUAIS?

Tabela periódica dinâmica

PLANEJAMENTO ACADÊMICO - COMO FAZER?